KPI saiba como essas métricas impactam seu RH

Você sabe se a sua estratégia de Recursos Humanos está fazendo a diferença?
Tem acompanhado os resultados e impactos das ações de gestão de pessoas na organização? Pois essa é uma das ações mais inteligentes que empresas com o objetivo de crescer devem fazer.

Do contrário, seus esforços não serão reconhecidos e os pontos de melhoria serão dificilmente identificados e adereçados, resultando em um RH não estratégico e ineficaz. 

Para evitar esse cenário, você pode contar com os indicadores de RH, ou KPIs, métricas estratégicas que mostram detalhadamente as falhas existentes nos seus processos, de forma que todas as iniciativas estejam de acordo com os objetivos do negócio e os profissionais, devidamente alinhados.

Agora já deu para entender um pouco a importância das métricas de RH para o desenvolvimento da empresa, não é mesmo? Continue lendo e saiba muito mais sobre como utilizar esses indicadores do RH para fazer seu negócio crescer muito.

 

O que é KPI de RH

Os KPIs (Key Performance Indicators, ou, em português, Indicadores Chave de Performance) são ferramentas para medição de um conjunto de ações ou iniciativas orquestradas e aplicadas de maneira satisfatória.

O objetivo desses índices é que eles sejam utilizados nas tomadas de decisões da empresa, portanto, são analisados pelo setor de Recursos Humanos. Assim, com os KPIs de RH em mãos, é possível fazer escolhas baseadas em dados confiáveis e que refletem a realidade do negócio.

Eles podem ser expressados de forma percentual ou numérica. O importante é que seja possível medir com clareza seu crescimento ou não e que possuam um período determinado para acompanhamento.

Este período de acompanhamento pode ser mensal, trimestral, semestral ou anual. Depende das necessidades do departamento e do negócio. Só são considerados indicadores de desempenho aqueles que forem utilizados nas decisões estratégicas da empresa, definidos com base nos resultados de RH que são relevantes para atingir as metas de negócios. Por isso mesmo, cuidado! Alguns exemplos do que NÃO é um indicador:

  • Custo médio de entrevista;
  • Tempo médio de serviço;
  • Número médio de horas de treinamento por funcionário;

Por que os exemplos acima não se enquadram? Todas essas medições dizem algo sobre o quão eficiente é o RH, mas não sobre eficácia. Ou seja, nenhuma dessas métricas contribuirá diretamente para alcançar a estratégia da organização..

Os indicadores são importantes para verificar a atual situação da empresa, a fim de estabelecer metas para a evolução dos processos e, portanto, aumentar a lucratividade do negócio. 

Além disso, as métricas e indicadores de RH devem servir como guias das ações da empresa, sendo a base para a prática das atividades diárias. Por isso, ao lidar com os KPIs do seu negócio, não esqueça que eles devem sair do papel para serem eficientes.

Outro ponto importante a se destacar é a adaptabilidade desses indicadores, já que não se deve aplicá-los da mesma maneira em todas as empresas. Cada negócio deve analisar de que forma as métricas servem para sua situação e quais devem ser analisadas.

Por que acompanhar esses dados 

Agora que você já sabe um pouco mais sobre o que são essas métricas de Recursos Humanos, vamos falar sobre a importância de acompanhar os principais índices da sua empresa. 

Os indicadores costumam ter duas finalidades principais: a primeira é descrever as atuais circunstâncias que envolvem a empresa. Já a segunda oferece condições para uma análise completa e detalhada das circunstâncias. Dessa forma, fica fácil identificar problemas, fraquezas que precisam ser corrigidas e aprimorar os processos.

E mais do que isso, eles são capazes de comprovar a otimização dos processos, a redução das despesas, além do aumento da produtividade. Até porque ninguém deseja contratar colaboradores e não conseguir mantê-los engajados, motivados, desenvolvidos e integrantes de uma equipe forte e capaz de alcançar as metas.  

Por isso, cada vez mais as empresas estão atentas para os indicadores de rh, uma vez que é preciso ter uma visão ampla das áreas para o sucesso do negócio.  

Confira a seguir algumas das razões para acompanhar suas KPIs de Recursos Humanos na empresa juntamente com os benefícios de fazer isso.

Organização de processos internos 

A análise das métricas do RH são muito importantes para você conhecer melhor o seu negócio. Com elas, você consegue diagnosticar problemas que o impedem de crescer, se destacar no mercado e criar estratégias para melhorar os processos internos.

Além disso, essas métricas facilitam a implantação de práticas na empresa, já que os comportamentos são respaldados por dados reais. Assim, é muito mais fácil tirar as ideias do papel. Para completar, o processo decisório é simplificado, já que o diálogo entre o RH e os gestores é mais direto e objetivo, sem achismos.

Alcance e elaboração de metas 

Como já vimos, os KPIs de RH ajudam na hora de implantar ações e de delimitar o que deve ser feito na empresa. Com isso, o cumprimento das metas também é positivamente afetado, já que se torna mais fácil seguir os objetivos propostos.

Além disso, os KPIs oferecem objetividade ao trabalho, permitindo que os colaboradores foquem no que realmente é importante. Assim, a sua empresa conseguirá criar novas metas para serem cumpridas no futuro, que estejam adaptadas à realidade do negócio.

Quais as principais métricas de RH 

Agora, separamos algumas métricas de RH que sua empresa pode ter para exemplificar um pouco mais sobre as KPIs. Confira: 

Turnover

O turnover consiste na taxa de rotatividade da empresa, que compara o número de funcionários contratados e desligados durante um mesmo período.  

Acompanhar a porcentagem dessa taxa é essencial para as métricas do RH. Quanto menor o índice de rotatividade de colaboradores em uma companhia, melhor o ambiente de trabalho e mais eficientes são os processos de recrutamento e seleção. Esse índice é muito importante porque um alto número de rescisões gera altos gastos, muitas vezes desnecessários.

Plano de carreira

Quando o RH coloca em prática esse indicador, é possível ter grandes vantagens competitivas. Por exemplo, caso a vaga fosse preenchida por um funcionário de fora, que ainda precisa se adaptar a empresa, o tempo de espera para que ele começasse a entregar resultados seria relativamente maior do que se um funcionário interno recebesse uma promoção.

Portanto, é essencial que o RH faça uma boa gestão e tenha definido um bom plano de carreira dentro da organização. Para calcular esta métrica, é preciso apenas dividir o número total de promoções pela soma de todas as mudanças de função. 

Satisfação dos funcionários 

Esse é um indicador subjetivo, que necessita uma avaliação ampla, envolvendo várias questões, como as relacionadas a salário, ambiente de trabalho, pacote de benefícios, etc.

A satisfação dos funcionários é uma métrica do RH que pode representar um grande diferencial competitivo. Em tempos em que a competitividade é grande, contar com profissionais comprometidos com seu negócio é essencial.

Portanto, é importante ter elementos que motivam sua equipe, que não sejam necessariamente a questão salarial. Isso pode aumentar consideravelmente a produtividade dentro da organização.

Indicadores de desempenho 

Já essa métrica tem como objetivo medir o desempenho dos colaboradores e equipes.

Saber esses resultados é fundamental para quem deseja manter um bom nível de produtividade. Além disso, identificar os colaboradores que estão com um desempenho acima da média e premiá-los pode ser uma ótima motivação no ambiente de trabalho!

Índice de absenteísmo

Entender o índice de absenteísmo é fundamental para ter sucesso em sua organização. Isso porque, seja por motivo de doença, questões pessoais ou até mesmo a desmotivação, as faltas atingem diretamente o funcionamento da empresa e diminuem a produtividade.

Então, analisar o porquê de isso estar acontecendo pode ajudar a empresa a diminuir esse tipo de situação e até mesmo se livrar de outros problemas. Além disso, esse é um dos indicadores de RH que ajuda a detectar o clima organizacional, tornando-se, assim, ainda mais útil para o bem-estar dos colaboradores.

Indicadores de produtividade

As KPIs de RH ligadas à produtividade são interessantes para avaliar o nível de eficácia do empreendimento e a capacidade de cumprimento dos objetivos empresariais propostos. Além disso, é uma métrica que permite analisar como sua empresa está em relação a outras do mercado.

As métricas utilizadas para medir a produtividade podem variar de acordo com a empresa. Isso porque os ritmos e tipos de negócios são distintos. Por isso, lembre-se sempre de medir a sua produtividade dentro dos parâmetros do seu ramo.

Relação de horas extras / horas trabalhadas 

Aqui também temos um indicador relacionado à produtividade. A relação entre a quantidade de horas extras e as horas trabalhadas demonstra se há um gasto exagerado com as horas trabalhadas (mesmo as que entram em banco de horas) e também para medir desempenho de equipe.

Um número muito alto de horas extras significa que o trabalho não está rendendo como esperado durante o expediente, e o motivo disso deve ser investigado para que os gestores consigam tirar melhor proveito de seus times.

Folha de pagamento 

É na folha de pagamento que consta o real valor pago aos profissionais, incluindo horas extras e benefícios ou prêmios. Ele mede a concordância do pagamento real com a remuneração estimada pela empresa.

Essa métrica é muito importante, pois caso haja algum erro no valor pago aos colaboradores, isso pode resultar em processos trabalhistas. Para evitar esse tipo de problemas, conte com a MarQ. Nosso software de gestão de ponto permite integração com a folha de pagamento para evitar que qualquer tipo de erro possa acontecer e facilitar a vida do seu RH!

Como usar KPIs na sua gestão? 

Para começar a criar uma gestão baseada em métricas, o primeiro e mais importante passo é o planejamento. É necessário criar um planejamento estratégico que esteja de acordo com os objetivos da sua empresa e que seja alcançável.

As métricas devem ser desenvolvidas de forma que elas sejam gradativas e possam ser analisadas tanto sozinhas quanto em conjunto, dependendo do tipo de KPI e métrica em questão.

Também vale ressaltar que um KPI, por si só, não é necessariamente positivo ou negativo. Uma alta taxa de turnover, por exemplo, pode sim ser uma boa notícia caso isso represente um alto índice de recrutamento de talentos.

Portanto, tão (ou mais) importante do que utilizar os indicadores de desempenho na sua estratégia gerencial, é saber interpretá-los em cada caso específico. Confira algumas sugestões recomendadas para KPIs:

Avalie as relações de causa e efeito de cada métrica 

Antes mesmo de começar a utilizar e avaliar KPIs, você deve ter seus objetivos estratégicos muito bem definidos. Avalie aquilo que será relevante para garantir o sucesso do negócio.

O significado de cada métrica avaliada será sempre condicionado à avaliação dos objetivos estratégicos finais da empresa.

Alinhe KPIs a planos de ação 

Como dissemos, um KPI só possui real significado quando avaliado dentro do contexto e dos objetivos do negócio.

Eles não são uma ferramenta de avaliação autônoma e devem, portanto, estar sempre relacionados a metas específicas de uma determinada estratégica. Além disso, devem ser vinculados a planos de ação, caso contrário tornam-se vazios e inúteis.

Uma boa estratégia de gestão de pessoas pressupõe uma constante avaliação dessas métricas. Desse modo, torna-se muito mais fácil potencializar talentos e transformar positivamente o clima organizacional da empresa.

Conclusão: 

Durante este artigo, aprendemos que as KPI’s são as métricas de RH para impulsionar o crescimento da sua empresa. Essas métricas são muito importantes, pois, se utilizadas de maneira estratégica, podem servir como diferencial competitivo para sua empresa e faze-la se sobressair no mercado de trabalho. 

Além disso, também percebemos algumas das principais KPIs que podem ser utilizadas pelo seu time de RH.

Com esse ponto, o essencial é ter um ótimo planejamento para a implementação das métricas, sempre avaliar as causas e efeitos das KPIs e alinhar essas métricas com o objetivo organizacional 

Gerenciar todas essas métricas não é tarefa simples, mas com um software inteligente, feito para facilitar as demandas do seu RH, isso fica mais fácil! 

Se você precisa de uma ferramenta para gerenciar suas métricas de uma forma simples, rápida e eficaz nós temos a solução, com a MarQPonto, além de ganhar tempo e produtividade, você também ganha um maior grau de controle com seus dados pois nossas funcionalidades incluem gestão de ponto, departamento pessoal, recrutamento, produtividade e relatórios na mesma plataforma!

Entre em contato com um de nossos representantes e realize o teste grátis por sete dias e entenda como nossa tecnologia pode ajudar o seu negócio!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *