Importância da Diversidade Cognitiva

Ao longo dos anos, a equidade de raça, gênero e orientação sexual têm sido uma forte pauta nas empresas, contudo, é hora de tornar essa discussão mais abrangente e falar também sobre diversidade cognitiva.

Quanto mais plural for uma empresa, maior a sua capacidade de solucionar problemas por meio de visões inovadoras que só poderiam surgir de pessoas que pensam diferente.

No ambiente corporativo, o conceito é o mesmo, com a vantagem de que, quando aplicado, ele proporciona um ambiente dinâmico, inovador e aberto à pluralidade de ideias.

O que é diversidade cognitiva?

A diversidade cognitiva é caracterizada pela existência de pessoas com estilos, personalidades e origens diferentes convivendo no mesmo ambiente ou trabalhando em um mesmo projeto.

A diversidade cognitiva é um dos aspectos que deve estar sob o radar do RH. Ela possibilita maior surgimento de ideias e soluções e faz da empresa um ambiente fértil para a diversidade de pensamento e para o crescimento da corporação.

A diversidade, conforme sempre falamos aqui, é essencial para as empresas. E ela não deve ocorrer apenas em relação à raça, gênero, orientação sexual e idade.

Embora os perfis sejam diversificados, os indivíduos conseguem, juntos, agregar competências, superar obstáculos e encontrar novas perspectivas para velhos problemas.

O ideal é a organização buscar dois objetivos: diversidade demográfica e diversidade cognitiva. Isso porque, um ambiente de trabalho demograficamente diversificado pode se tornar cognitivamente uniforme.

Benefícios de inseri-la na empresa?

As opiniões diferentes devem ser consideradas e valorizadas. Obviamente, nem todas as ideias serão aproveitadas, mas elas precisam ser ouvidas para que os gestores possam ampliar as possibilidades e mudanças de rumo.

Afinal de contas, isso não abre portas para muitos pensamentos frescos, distintos e inovadores que podem ir em paralelo (ou na total contramão) das sugestões que vinham sendo sugeridas e abordadas.

Esse conflito é saudável para o desenvolvimento e amadurecimento de qualquer empresa. Os choques de ideias e experiências pode criar algo novo, diferente, e que pode pavimentar o caminho para novas estratégias.

Mas não é só por isso que a diversidade cognitiva deveria ter mais espaço na sua empresa. Quando falamos em inovação, criatividade e transformações, precisamos de contrapontos.

Assim, manter a pluralidade de perfis, ideias e opiniões é estratégico para a empresa e salutar para os colaboradores.

Veja quais são os principais:

  • Pluralidade de ideias;
  • Encontre soluções diversas para um problema;
  • Permita que sua empresa saia do lugar-comum e explore novas possibilidades;
  • Diminua a tensão dentro da corporação, com melhoria do clima organizacional;
  • Tenha em mãos respostas mais rápidas para problemas do dia a dia;
  • Eleve o desenvolvimento dos colaboradores com a abertura de espaços para ele se manifestar (mesmo que de forma contrária aos demais).

Solução de problemas

Imagine aquela situação de impasse durante uma reunião, quando de repente alguém sugere uma alternativa. Nesse momento, todos se perguntam “por que não pensamos nisso antes?”.

É nesse contexto que a diversidade cognitiva faz a diferença e oferece novas perspectivas diante dos velhos problemas. Ainda, quando um insight traz uma solução inovadora e uma ideia contrária à da maioria é vista como viável pelas lideranças.

Esse é talvez o grande benefício que a diversidade cognitiva dá às empresas, a abertura para novos perfis, ideias e bagagens culturais ricas. Em oposição ao perfil profissional engessado e incapaz de “pensar fora da caixa”.

Engajamento dos colaboradores

Gestores que apostam e valorizam equipes com diversos perfis são mais ricas em talentos e conquistam melhores resultados, alcançando sucesso empresarial.

No entanto, algumas organizações ainda não estão convencidas da importância da diversidade e de seu potencial para aumentar o engajamento e a colaboração entre as equipes.

A diversidade cognitiva estimula o intercâmbio de ideias, opiniões e experiências. Com isso, os colaboradores se sentem valorizados pelos gestores e pelas equipes. Como resultado, há o aumento da autoconfiança, a satisfação em trabalhar na empresa e o engajamento entre os profissionais para alcançarem os objetivos da organização.

Desafios da diversidade cognitiva

Se há vantagens em promover a diversidade cognitiva nas empresas, também existem desafios. Primeiramente, porque a diversidade — ou diferença de opinião — pode causar alguma tensão.

Por isso, a gestão de pessoas deve ter o entendimento de que ambientes com pluralidade de perfis, vivências e níveis intelectuais podem sim ter divergências. No entanto, isso é natural e esperado nesse cenário.

Outro desafio apresentado pela diversidade cognitiva é o receio que muitos profissionais têm em emitir opiniões, justamente para evitar confrontos. Mas essa atitude pode configurar uma acomodação disfarçada de diplomacia.

Assim, cabe às lideranças encontrar a melhor maneira de mediar os debates, considerando o respeito, a harmonia e a tolerância.

Relação da diversidade cognitiva com o mapeamento comportamental 

Ao conhecer o estilo de cada profissional, como ele influencia e se relaciona com os demais, o gestor tem um diagnóstico detalhado sobre o comportamento, pontos fortes e fracos de seus liderados.

Ainda, conhecendo sua equipe, fica mais fácil manter seus times em harmonia, mesmo diante das dificuldades que poderão surgir. Além disso, é importante que o gestor promova feedbacks constantes para transmitir os resultados do mapeamento comportamental.

Essa transparência permite que os colaboradores se conheçam melhor e tenham liberdade para se expressar e emitir opiniões, pois sentem que sua forma de pensar é compreendida e respeitada por todos.

Com liberdade para questionar o status quo, os colaboradores sentem que podem se expressar verdadeiramente e trabalham com mais liberdade e menos pressão psicológica, aumentando a produtividade.

Ainda, é importante ressaltar que a diversidade cognitiva propõe um ambiente em que as opiniões contrárias são ouvidas, debatidas e, muitas vezes, aceitas. Essa característica é antagônica a uma tendência comum atualmente: a polarização — representada pela divisão de uma sociedade em dois polos a respeito de um determinado tema.

Como promover diversidade cognitiva na sua empresa?

É possível praticá-la aos poucos para colher os frutos em médio e em longo prazo. Veja algumas dicas:

  • Adapte seu processo seletivo para buscar outros diferenciais além dos diplomas e certificações. Considere as experiências de vida e a diversidade quanto aos locais de origem e de histórias de vida. Para isso é essencial que o processo seletivo se aprofunde de maneira adequada;
  • Divulgue suas vagas em canais diversos que possam atingir públicos até então alheios à sua empresa e às vagas dela, a MarQ pode te ajudar nessa tarefa! Com a nossa solução é possível inserir o módulo recrutamento, com ele é possível fazer todo o processo de contratação da sua empresa, desde a criação de uma nova vaga até a coleta de documentos durante o processo de admissão. Crie um portal de vagas personalizado para a sua empresa divulgar as novas oportunidades e captar novos talentos.

  • Deixe sempre claro que há espaço para debate de ideias e promova-os dentro das equipes recorrentemente, com a apresentação de um problema em busca de soluções, mesmo que de forma simulada.

Menor rotatividade de funcionários

Você acredita que um ambiente que valoriza a opinião do funcionário é inclusivo? Os colaboradores também sentem que o seu trabalho tem mais impacto no resultado quando eles podem falar abertamente suas opiniões.

Além de um clima organizacional mais agradável, indivíduos mais felizes tendem a ficar mais tempo no mesmo trabalho, diminuindo assim a taxa de turnover do negócio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *