Quais as vantagens do horário flexível?

O que você sabe sobre o horário flexível de trabalho?

De acordo com a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), a jornada de trabalho dos profissionais brasileiros deve ser de 8 horas diárias, o que totaliza 44 horas semanais. Contudo, muitas empresas delimitam um horário flexível de trabalho para seus colaboradores. 

Apesar disso ainda ser minoria, e a maioria empresas determinarem um horário fixo para seus colaboradores, as que implementam um horário flexível de trabalho acabam permitindo que os funcionários cumpram as 8 horas da jornada de forma mais livre.

Geralmente, a flexibilização de horário é determinada por meio de um acordo entre o colaborador e a empresa na qual está empregado. Muitas organizações adotam este tipo de jornada de trabalho como uma forma de dar mais autonomia e liberdade para o trabalhador. 

Isso ajuda a manter os níveis de satisfação altos dentro da empresa. Principalmente, quando levamos em conta que na média do Brasil, essa flexibilidade de horário é a preferência de 31% dos colaboradores.

Neste artigo, vamos contar a você o que é horário flexível, como funciona e o que a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) diz a respeito, além de outras informações para que você saiba avaliar os fatores relativos à adoção desse regime. Acompanhe!

O que é uma jornada de trabalho flexível 

Primeiramente, vamos falar um pouco sobre a CLT: a criação desta foi feita para orientar as relações de trabalho no Brasil.

Além disso, a legislação trabalhista ainda define que as jornadas de trabalho podem ter acréscimo de até duas horas extras por dia, desde que essas sejam pagas 50% a mais do que as horas normais.

Levando em consideração as 8 horas diárias de trabalho, o mercado trabalhista convencionou um horário determinado para a entrada e para a saída dos trabalhadores, respeitando o horário de almoço.

Nesse sentido, o ‘’horário comercial’’ vai das 8h às 17h ou das 9h às 18h. Certas variações podem acontecer caso, por exemplo, a empresa tenha regime de segunda a sábado ou caso lide com jornadas noturnas.

Independente de que tipo de horário uma empresa tenha, é comum que haja um horário fixo preestabelecido  que deve ser respeitado pelos funcionários da empresa.

Apesar disso, como mencionamos anteriormente, o modelo de trabalho com horário flexível vem crescendo no país. A ideia não é que o trabalhador possa, necessariamente, ter seu tempo de trabalho reduzido, mas que tenha mais autonomia para decidir quando cumprir cada jornada.

O horário flexível é um modelo de gestão que permite que os funcionários definam os horários de entrada e de saída de suas jornadas de trabalho. Assim, eles passam a ter mais autonomia e liberdade, o que abre a possibilidade para que o funcionário comece sua jornada na parte da tarde e a estenda até a noite, por exemplo.

Vale ressaltar que o horário flexível deve ser de comum acordo com o empregador e que o horário de almoço ou intervalo intrajornada ainda deve ser cumprido.

Como funciona o horário flexível de trabalho? 

Os mais variados tipos de acordos acerca de como a jornada de trabalho deve ser cumprida podem ser feitos entre empregados e empregadores.

Agora vamos exemplificar um pouco os arranjos que podem ser feitos dentro do regime flexível:

  • 08h e saída às 17h (como geralmente acontece nas empresas com horários fixos);
  • 09h e saída às 18h;
  • 07h e saída às 16h;
  • 10h e saída às 19h;
  • Entre outros acordos que podem ser estipulados entre as partes.

O principal objetivo é que os horários sejam registrados de acordo com a hora de entrada do funcionário no trabalho (no caso, entre às 07h e 10h da manhã). O ponto essencial é que às 8h diárias sejam cumpridas.

Vale ressaltar que mesmo os colaboradores que têm horário flexível de trabalho, esses,  têm direito a receber horas extras e outros adicionais (como o adicional noturno, por exemplo) de acordo com as regras que regem a jornada de trabalho brasileira.

Por isso, é fundamental que as empresas que permitem a jornada de trabalho flexível tenham profundo conhecimento a respeito das particularidades desta modalidade de jornada e deixem claro as regras para o pagamento de tais adicionais nos contratos de trabalho firmados com os funcionários.

Como controlar essa jornada de trabalho

É comum que as empresas tenham dúvidas em relação a como controlar o ponto dos colaboradores que têm jornadas de trabalho flexíveis.

Primeiramente, destacamos que é fundamental investir em uma solução de controle de ponto eficiente para que você tenha um regime de trabalho flexível e de forma correta, respeitando todas as regras da CLT.

Seu uso, em alguns casos, é uma obrigação legal. Já em outros casos é opcional. Desde a publicação da Lei de Liberdade Econômicalei n° 13.874 ― apenas empresas com mais de 20 funcionários têm obrigação legal de utilizar um sistema para a marcação de ponto.

Quando existe a modalidade de home office estabelecida em contrato, e o horário flexível atrelado, não há obrigatoriedade da marcação para os funcionários que trabalham de casa.

O que  você como gestor deve saber é que a adoção de um horário flexível sem home office mantém a necessidade do controle de ponto caso sua empresa tenha mais de 20 funcionários. Fora isso, ainda que o home office seja estabelecido, é possível manter a realização das marcações para todos os funcionários.

Um sistema de ponto eletrônico é a maneira mais eficiente para realizar o controle de ponto dos seus colaboradores. Nada de planilhas em excel ou registro de horas de trabalho em caderno.

A MarQ é a melhor e mais segura forma de fazer o controle de horas trabalhadas dos colaboradores, tenham eles horário flexível ou não.

Com esse sistema, você pode fazer a gestão em tempo real ao acompanhar as horas trabalhadas e horários de entrada e saída de seus colaboradores, bem geolocalização e foto também em tempo real permitindo saber onde o funcionário marcou o ponto. 

Além disso, você também pode gerar relatórios e gráficos completos acerca dos atrasos, faltas, ocorrências e intervalos dos seus colaboradores.

O que as empresas ganham com a flexibilização de horários 

No decorrer deste artigo entendemos o que é a flexibilização de horário e como ela funciona. Agora, vamos ver algumas das principais vantagens que as empresas podem ter ao adotar esse método: 

Redução de custos 

A sua empresa pode reduzir custos com a manutenção do escritório ao levar em conta que o horário flexível permite que o trabalho seja realizado remotamente. Com o número de funcionários presentes no escritório sendo menor por conta da flexibilização, os gastos com energia diminuem. Como a jornada flexível favorece a produtividade, existe a possibilidade da redução da necessidade de horas extras.

Redução de atrasos e faltas 

É muito comum que a falta de flexibilidade de horários esteja atrelada a situações de atrasos e até de faltas de funcionários. Compromissos pessoais ou questões de trânsito, podem surgir como imprevisto e dificultar que o colaborador chegue a tempo no trabalho. A flexibilização de horário pode resolver isso. 

Além disso, as dificuldades para conciliar questões pessoais com o horário de trabalho podem fazer o funcionário buscar outro emprego, mais flexível, para evitar as “punições” em forma de descontos no salário. 

Redução do turnover

Um fato que vale ressaltar, é que mesmo os colaboradores que não tem problema em cumprir os horários fixos, podem ver a flexibilização como algo positivo. Portanto, o aumento da autonomia dada aos funcionários tende a reduzir o desejo (ou até a necessidade) de mudar de emprego.

O bem-estar dos funcionários também aumenta devido à confiança que se estabelece entre colaborador e empregador devido ao regime de horário flexível. Este é um dos fatores que leva trabalhadores a quererem se manter em um trabalho, diminuindo o turnover.

Retenção de talentos 

Devido aos níveis de satisfação mais altos, a tendência é que a empresa consiga manter seus melhores funcionários, destacando-se como uma organização que valoriza a autonomia e a liberdade dos colaboradores. Isso ainda reduz a necessidade de gastos com processos seletivos, recrutamento e seleção e treinamentos com novos funcionários.

Aumento da produtividade 

Quando o colaborador tem mais autonomia e liberdade para gerir seus horários de trabalho, a tendência é que haja um aumento da satisfação e da motivação pessoal e profissional deste trabalhador, o que aumenta o engajamento e a produtividade interna.

O que os funcionários ganham com a flexibilização de horários

Como visto anteriormente, a adoção de um horário flexível de trabalho traz uma série de vantagens para os empregadores. Mas, não é só para eles.

Confira a seguir os principais pontos positivos da implementação da jornada de trabalho flexível para os funcionários:

Conciliação com a vida pessoal 

O horário flexível permite que os trabalhadores consigam adaptar as horas de trabalho à rotina pessoal, o que facilita conciliar as necessidades pessoais e as responsabilidades do trabalho. Um exemplo desta situação é o caso de colaboradores que têm filhos pequenos e precisam levá-los ao médico, por exemplo.

Aumento da motivação 

Tendo mais autonomia e liberdade para administrar as duas esferas da vida favorece a satisfação e, consequentemente, a motivação de cada funcionário;

Aumento do compromisso com prazos

Como dito, o horário flexível só funciona se os funcionários souberem respeitar prazos para o cumprimento de demandas. Como eles beneficiam da flexibilidade, tendem a ficar mais responsáveis com tais prazos;

Redução do tempo gasto no trânsito 

Existe a possibilidade de adequar as horas de trabalho para evitar os horários de pico do trânsito, o que diminui o tempo gasto em congestionamentos durante o deslocamento até o local de trabalho. Se a jornada flexível ainda permitir que o trabalhador faça home office, é possível se livrar totalmente de congestionamentos na cidade

Redução de custos

Os funcionários em jornada flexível podem ter redução de custos, e a empresa. Quando não há necessidade de se deslocar ao escritório, os trabalhadores podem ganhar com a redução de gastos.

Conclusão 

Agora que chegamos ao final desse texto podemos recapitular o que aprendemos sobre a flexibilização de horário. 

Ainda que não seja diretamente abordado na CLT, o horário flexível é uma possibilidade para empregadores que buscam benefícios. O mais importante é que o estabelecimento desse período flexível seja acordado entre ambas as partes.

Permitir que os funcionários da sua empresa adotem um horário flexível de trabalho, pode ser recompensada com diversas vantagens como, aumento de produtividade por exemplo. 

Seus funcionários também serão beneficiados ao poderem ter mais controle do seu dia, conciliar o horário de trabalho com a vida pessoal.

Percebemos que a tendência é que cada vez mais empresas permitam que este regime de trabalho seja adotado. É importante que as empresas que optem pela adoção do horário flexível tenham um plano de controle de jornada eficiente e organizado.

Para abraçar a flexibilização, e todos esses cuidados necessários, a utilização de um software de controle de ponto é a saída ideal. E a MarQ é a sua resposta! Com a nossa tecnologia sua empresa otimizará em 90% seu fechamento de ponto. Sem contar, que a vida do seu RH ficará muito mais fácil.

Entre em contato com um dos consultores da MarQ e facilite sua vida!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *