Geração Z no trabalho

O mercado de trabalho está em constante mudança. Cada vez mais é necessário estar atento às ”novidades” do mundo e as últimas ‘’trends’’. Do mesmo modo, espera-se que os colaboradores também venham preparados para essas mudanças e a tão falada geração Z se enquadra perfeitamente dentro desses parâmetros.

Além de revolucionar as relações trabalhistas, essa geração é marcada por jovens inovadores que nasceram em um contexto tecnológico desenvolvido, por isso receber e reter esses talentos acaba se tornando um desafio que muitas empresas estão enfrentando.

Hoje, para que uma empresa se destaque no mercado de trabalho, ela não precisa apenas estar de acordo com as últimas novidades do mundo. Ela deve contratar colaboradores que impulsionam isso e saber lidar com esses – o que não é nada fácil.

Se sua empresa vem tendo dificuldades em lidar com a geração Z e/ou se preparar para o futuro, esse artigo é para você. Aqui iremos te ajudar a entender o que é essa geração que surgiu em meio ao boom da revolução digital e que tem um papel fundamental no desenvolvimento e crescimento dos negócios.

Entenda porque eles prezam pela inovação, criatividade e gostam de se sentir desafiados pelo mercado de trabalho. Confira abaixo e aprenda a reter esses profissionais na sua empresa.

O que é a geração Z

A Geração Z é composta pelos nascidos entre 1995 e 2010. Com base nesses dados, percebemos que os nascidos entre 1995 a 1997 desse grupo são recém saídos da faculdade, ou logo sairão, e suas experiências de vida têm grande influência no tipo de trabalho que procuram e que consideram importante. 

Uma das principais características dessa geração, é a questão da antecipação e simplificação de muitas coisas. Essas características são relevantes para o mundo corporativo, pois podem culminar na otimização de tarefas e isso gera um impacto direto com a produtividade das equipes

Outro ponto extremamente relevante sobre essa geração, é a compreensão tecnológica apurada: esses jovens conversam em linguagem tecnológica, estão sempre conectados às redes sociais e aplicativos, conversam sem dificuldades via abreviações, usam gírias, figuras e etc.

A tecnologia é algo essencial para a geração Z e representa muito do que eles são: espontaneidade, comunicação ágil e a busca de soluções simples para desafios que, a princípio, parecem difíceis.

Por mais que a geração Z possa parecer algo de outro mundo, o modo como estes agem faz sentido. Esses são os jovens que não tiveram que se acostumar aos avanços tecnológicos, uma vez que já nasceram sob eles. Ou seja, as inovações fizeram parte da evolução natural dessa população. E isso faz com que a visão deles sobre a vida profissional seja muito diferente das gerações anteriores.

A Geração Z gosta de flexibilidade no ambiente de trabalho, contesta o modelo tradicional de hierarquia e busca um emprego com propósito. Eles preferem estar em uma atividade alinhada com os seus valores, o que faz com que eles não coloquem o salário no topo da lista de prioridades. Vale ressaltar que rotina é algo que pode causar desmotivação nessa geração também.

Quais são as características e particularidades da geração Z 

Como mencionado previamente, os “Zs” são a primeira geração que nasceu conectada e ‘’móvel’’ devido a internet. As pessoas dessa geração pensam rápido, são agitadas e têm dificuldade de lidar com a hierarquia, cumprimento de horários fixos ou rotina de apenas um tipo de trabalho.

Entretanto, apesar dessas características “a mostra”, diversas pesquisas foram e estão sendo feitas acerca dessa geração e seus comportamentos. Confira abaixo mais algumas características desse geração.

Pragmáticos 

Os componentes da Geração Z são pragmáticos, realistas, práticos e buscam satisfazer suas necessidades financeiras, quanto seu enriquecimento e realização pessoal. Utilizam muito do pensamento lógico, conseguem ser autodidatas e responsáveis. 

Indefinidos 

Os jovens dessa geração não veem necessidade de rótulos. Para os “Zs”,  se definir não é algo que tenha relevância. Eles exaltam e valorizam a individualidade, pois entendem as diferenças. Não ligam para estereótipos, na verdade os quebram o tempo todo. É a geração que está redefinindo o que se conhecia sobre gênero, idade ou classe, valorizando a identidade fluida.

Comunicativos 

Essa geração não vê fronteiras para os diálogos. Como dito anteriormente, são pessoas que compreendem as diferenças. Polarização e dualidade é algo que não faz parte da essência dos ‘’Zs’’. Eles constroem e não rompem. Dialogam, entendem e agregam. O diálogo é a ferramenta e a rede, seu campo de conciliação. São ativistas, compassivos e empáticos.

Selfies Reais 

São a primeira geração que vivem 100% em rede. Estão sempre em exposição e isso faz com que eles possuam mais espontaneidade e vivacidade. Esses jovens são autênticos e expõem sem medo suas fragilidades, intimidades, além de valorizarem mais a transparência. 

Conectivos 

Essa geração é inclusiva. Esses jovens são mobilizadores e seus interesses se conectam com a diversidade. Eles não se resumem a uma única caixa e compõem diversos grupos e comunidades. Independente de quão diferente sejam essas pessoas, suas experiências e vivências, sempre há um ponto de conexão entre as pessoas. 

Meme 

Quantas redes sociais vimos surgir nesses últimos anos? E quantas ‘’trends’’ febris surgiram nesse mesmo período de tempo por causa dessas redes? Muitas. E é claro que a Geração Z esteve no meio de cada uma dessas novidades. Além disso, esses jovens criaram um novo alfabeto, baseado em memes, emojis, e as tão utilizadas figurinhas do whatsapp. Eles usam essa nova linguagem por códigos para exercitar a capacidade crítica com leveza e humor. Uma linguagem conectada com o agora por meio de múltiplas referências, além de gigantesco poder viral.

Devem ser maioria em curto espaço de tempo

Com base em um levantamento da Organização das Nações Unidas (ONU), a Geração Z passou a representar em 2019 a maioria da população mundial, com 32% do total. Isso significa que logo eles serão maioria no mercado de trabalho. 

Como eles se comportam no mercado de trabalho

Até aqui vimos que a geração Z tem revolucionado o mercado de trabalho e suas diversas características que a difere das gerações anteriores. Todavia, vale perguntar como essas características determinam o comportamento deles no mercado? 

Por mais que os “Zs” tenham chegado há pouco tempo no mercado consumidor, diversas empresas anteciparam as tendências dessa nova geração. 

Um exemplo dessas mudanças no mercado de trabalho que podemos citar é como esses jovens costumam trocar escritórios por trabalhos home office. Outra mudança muito importante, e até já mencionada previamente, é que a nova geração não se importa apenas em ganhar dinheiro. A realização de atividades das quais realmente gostam e a qualidade de vida, são pontos muito mais importantes e essas características resultam em profissionais dinâmicos, interativos, multidisciplinares, criativos e curiosos.

Agora, se você ainda está curioso para saber como é a geração Z no mercado de trabalho, preste atenção nas características abaixo que separamos para mostrar como esses jovens se comportam no mercado de trabalho:

Empoderados

A geração Z não costuma esperar receber ordens para agir, a produtividade é algo inerente nesses jovens e, assim, eles se oferecem para participar dos processos. 

As pessoas dessa geração conseguem concluir um trabalho com muito mais rapidez, e não tendem a ficar esperando para pegar outra tarefa. Quando menos se espera, eles por conta própria já estão desenvolvendo outros projetos, estão envolvidos em outras tarefas. 

Mais empreendedores 

O empreendedorismo e o desejo do próprio negócio é algo almejado pela geração Z. E o motivo desse fato não é a dificuldade dos profissionais se encaixarem nas empresas, mas sim porque a independência e sucesso financeiro é um objetivo  

Desprendidos

A geração Z não possui o comportamento de “vestir a camisa” da organização e isso é um dos grandes desafios para reter esses talentos. Esses jovens são desprendidos e mais individualistas. Seu comprometimento vêm primeiro com o seu desenvolvimento profissional próprio, a construção de suas carreiras e seus estilos de vida. 

Criativos

A geração Z costuma pensar de maneiras bem diferentes que as gerações anteriores, e são tais formas de pensamentos que levam à inovações. Processos burocráticos não são com eles, por isso o tempo todo estão pensando em formas de otimizar aquela tarefa para focar no que eles realmente acham que é importante para a empresa. 

Multitarefas 

Pelo convívio desde cedo com smartphones e tablets, essa geração adquiriu o hábito de realizar várias atividades ao mesmo tempo. Isso possibilitou que eles se tornassem extremamente ágeis e produtivos.  Essa característica é bastante interessante para carreiras em que há a necessidade de se atentar a vários detalhes simultaneamente.

Como cativar essa geração

Ao rever todos os dados já apresentados no decorrer deste artigo, é perceptível que as empresas precisam se adequar ao perfil desses novos profissionais. Afinal, eles trazem consigo uma nova forma de pensar. 

Portanto, se você deseja atrair profissionais da geração Z para a sua empresa, ofereça mais do que se vê nos tradicionais anúncios de vagas.

Abaixo nós apresentamos algumas dicas que podem ajudar sua empresa a cativar essa nova geração.

Incorpore a tecnologia ao negócio 

É óbvio que com uma geração tão conectada, isso não poderia faltar. A incorporação de tecnologias disruptivas, como soluções propostas por startups por meio de aplicativos, são ações altamente engajadoras para esse público. 

Além disso, grande parte dos ‘’Zs’’ tem interesse em trabalhar com o desenvolvimento de novas tecnologias e acredita que por meio dessas, será possível alcançar contextos mais igualitários e justos, diminuindo a incidência de discriminação baseada em sexo, raça, orientação sexual ou idade nos ambientes empresariais.

Permissão para horários flexíveis 

A falta de flexibilidade de horários é algo que os jovens da Geração Z não suportam. É muito difícil que pessoas dessa geração se sintam motivadas atuando dentro de parâmetros rígidos. Portanto, se sua empresa deseja contratar um profissional Z, a proposta que envolva controle sobre a própria jornada, focando exclusivamente os resultados e o prazo de entrega, é a melhor escolha.

Esteja preparado para conflitos de gerações 

A chegada da Geração Z no mercado de trabalho pode trazer atritos a sua empresa. Por isso, é necessário um esforço do seu departamento de Recursos Humanos para que a integração entre os profissionais das mais diferentes gerações seja plena. Estimule o trabalho em grupo dentre seus colaboradores e crie rotinas de feedback para antecipar e/ou evitar os conflitos geracionais.

Oferta de bons salários e autonomia 

Como já dito, os jovens costumam se preocupar mais em fazer o que gostam do que com o salário propriamente dito. Entretanto, isso não quer dizer que eles não são ambiciosos e não se atraem por trabalhos dos quais são bem remunerados e visualizam crescimento. 

Por isso, realizar uma pesquisa de cargos e salários pode ser um diferencial para atrair e reter os jovens da geração Z. 

Oferecer possibilidade de crescimento 

Visualizar o crescimento é uma das forças de atração para jovens Z, pois, como empreendedores natos, seu espírito inquieto, sedento de conhecimento e realização, vai cada vez mais sentir a necessidade de subir degraus — é perceptível o quanto se sente confortáveis quando recebem feedbacks positivos sobre seu trabalho.

Feedbacks constantes 

O Feedback é um tema extremamente presente nos diálogos empresariais da atualidade, sem contar que é extremamente relevante para o gerenciamento de pessoas. E a geração Z valoriza muito isso. 

Apesar desse público demonstrar muitos sinais de independência, eles ainda são um tanto inseguros, devido a ainda serem prematuros no mercado de trabalho. Suas primeiras experiências profissionais costumam envolver pequenos erros e autocríticas. Então, procure manter um sistema de feedback prático e constante. 

Desenvolva planos e crie metas 

Embora não lide bem com hierarquias, a geração Z se sente estimulada e inspirada na presença de bons líderes. 

Os jovens sabem que o auxílio de um líder ajuda a melhorar o desempenho profissional e impulsiona uma carreira. Entretanto, para que eles sintam que estão realmente aprendendo, é necessário visualizar planos e resultados. Oriente-os ao longo dos processos para definir o objetivo final em vez do imediato.

Junto da estruturação de planos, a criação de metas é extremamente importante para criar estímulos na nova geração. Ao dividir cada grande objetivo em desafios menores, é possível manter o ritmo e o ânimo desses jovens mais imediatistas.  

Inserir recompensas menores ao longo do caminho também é uma forma de promover a persistência no trabalho.

Demonstre valorização aos funcionários 

Por fim, outra característica muito presente na geração Z é a valorização de seu trabalho. Já citamos várias vezes como essa geração não se importa apenas com bons salários, mas com reconhecimento e valorização do trabalho realizado. 

Procure oferecer apoio aos jovens, com auxílio ao desenvolvimento de suas carreiras, os fazendo se sentir parte do time. Ajude-os a compreender o seu papel dentro da empresa e como seu trabalho é importante.  

Algumas organizações oferecem apoio nos estudos com bolsas, ou mesmo com horários especiais para os estudantes. Fornecer recursos como treinamentos, workshops e palestras também é algo muito valorizado pelos jovens. 

Conclusão 

Vimos que os integrantes desse grupo são jovens que cresceram com a revolução digital e estão embarcando no mercado de trabalho ou acabaram de embarcar. 

Esses jovens são muito versáteis, priorizam suas realizações pessoais a dinheiro, são independentes e, a característica mais marcante de todas, são extremamente conectados ao meio digital.

Depois de ler esse texto você pegou boas dicas de como lidar com a geração Z na sua empresa, a verdade é que com boas estratégias sua empresa pode alcançar harmonia entre as gerações. Um ponto principal a ser levado em consideração é ter horários e jornadas mais flexíveis, entretanto, manejar tudo isso pode se tornar um desafio.

Para facilitar a sua vida, conte com um software de controle de ponto online como a MarQ. Nossa tecnologia permite que seus colaboradores marquem seus horários sem sair do conforto de suas casas, através da geolocalização e foto. Seu departamento pessoal também não precisará quebrar a cabeça no fim do mês para validar as horas, pois nosso sistema é extremamente seguro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *