Folha de ponto: uma solução simples para controle da jornada de trabalho

E quando fazer o registro da jornada de trabalho dos seus colaboradores pede soluções simples e práticas? Saiba como usar a folha de ponto!

Folha de ponto - MarQPonto

O documento em que se registra os horários de entrada e saída do empregado, seus intervalos, suas horas-extras, jornadas noturnas e adicionais é um documento jurídico. Ele deve ser preenchido diariamente pelo empregado, que é também o responsável por fazer o controle de sua própria jornada de trabalho.

O documento deve sempre estar em ambiente seguro, ao alcance tanto do empregado quanto do empregador. Por meio dele, verifica-se se os atores do contrato de trabalho estão executando de forma plena as suas atividades. Assim, é possível saber se estão sendo remuneradas da maneira correta, levando em conta não só as horas-extras e adicionais, mas também os atrasos que possam ser imputados ao trabalhador.

Planilha de Folha Ponto - MarQPonto

Quando a folha ponto é necessária?

Segundo a súmula 338 do TST, basta que a empresa tenha mais de vinte empregados para que o registro da jornada de trabalho seja feito.

Se a empresa deixar de fornecer ou suprimir as folhas de ponto, o horário de jornada computado passa ser aquele que o trabalhador alegar. Em caso de processos trabalhistas, caberá à empresa o ato de reunir outras provas que possam contradizer os dados fornecidos pelo empregado a respeito dos seus horários cumpridos, uma vez que ante a falta da folha de ponto a empresa não cumpriu suas determinações legais.

Regras para o preenchimento da folha de ponto

img-marqponto-blog

Ao fazer o registro da jornada é mais do que essencial que o seja feito sem rasuras e sem arredondamentos de horários, porque pode simplesmente invalidar o cartão de registros. Preferencialmente utilize como base um relógio regulado e à disposição tanto da empresa quanto do empregado.

Segundo a súmula 366 do Tribunal Superior do Trabalho, existe uma tolerância de cinco minutos – seja para mais ou para menos – para a hora registrada na folha de ponto, sem que isso, no entanto, possa gerar a computação de horas extras ou descontos por atraso. No entanto, vale lembrar que esses atrasos não podem superar os dez minutos por dia. Já nos casos em que essa variação é aumentada, há a soma de horas-extras quando ultrapassam também os mesmos dez minutos de referência.

Aprimore seu controle de ponto

Se a sua empresa quer evitar esses erros, deve partir para as inovações. Isso porque, apesar da folha de ponto ser necessária e servir como uma segurança da empresa, ainda possui limitações. Já que não oferece exatidão de apontamentos, pode ser facilmente alterada e preenchida de forma incorreta.

Recomendamos então o uso do controle de ponto eletrônico, que além de garantir a exatidão do registro e servir como meio de prova judicial, garante o cálculo automático das horas do trabalhador, economizando o tempo da sua equipe de Recursos Humanos.

A MarqPonto é uma ótima solução para você que procura uma tecnologia de ponta, com valores acessíveis. A empresa garante o registro e a gestão da jornada de trabalho dos seus funcionários por meio de aplicativo para Android, IOS e interface web.

Dessa maneira, você fecha a folha de ponto de uma forma segura e com pelo menos 80% de agilidade do que se fizesse isso de forma manual. Ficou interessado? Teste o nosso sistema gratuitamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *